Contrato mediação de conflitos pdf

0

Contrato mediação de conflitos pdf: Wikipédia, a enciclopédia livre. Existem dezenas de abordagens e áreas de atuações distintas de psicoterapias.

Diferentes abordagens são mais eficientes com diferentes pacientes e problemas. As modalidades possíveis são: psicoterapia extensa, psicoterapia breve e aconselhamento psicológico clínico. Os vários tipos de psicoterapia, em todas as suas diferentes formas e métodos, possuem uma série de características em comum. Somente tendo em mente tais características, se pode compreender o funcionamento da psicoterapia em geral e as qualidades que definem cada uma das diferentes escolas. Dois elementos, a técnica terapêutica e o relacionamento terapêutico, representam a base de trabalho e são ambas influenciadas por atributos tanto do terapeuta como do paciente. O trabalho técnico do terapeuta, por outro lado, só poderá dar frutos se o paciente mostrar abertura a esse trabalho. Com base em várias meta-análises, pode-se afirmar, hoje, que a psicoterapia, pelo menos em suas formas tradicionais, é realmente efetiva – ou seja, tem efeitos mais fortes sobre a saúde psíquica do que o efeito placebo e a remissão espontânea.

Uma vez confirmado o efeito positivo da psicoterapia sobre a saúde mental dos pacientes, a pesquisa empírica começou a voltar a sua atenção a uma pergunta muito mais difícil de ser respondida: como, com que mecanismos, é que ela funciona? O processo terapêutico começa, para o paciente, antes da terapia em si e termina somente muito depois de sua conclusão formal. O paciente não tem consciência de seu problema e não tem a intenção de modificar o seu comportamento – apesar de as pessoas a sua volta estarem cientes do problema. O paciente se dá conta dos problemas existentes, mas não sabe ainda como reagir. Nesta fase, o paciente solucionou o seu problema e o risco de uma recaída não é maior do que o risco de outra pessoa para esse transtorno específico.

Avaliação: verificação do atingimento dos objetivos propostos, estabilização dos resultados alcançados, fim formal da terapia e da relação paciente-terapeuta. As decisões tomadas na fase 1 não devem necessariamente permanecer imutáveis até o fim da terapia. Pelo contrário, o terapeuta deve estar atento a mudanças no paciente, a fim de adaptar seu métodos e suas decisões de trabalho à situação do paciente, que nem sempre é clara no começo da terapia. Vários autores se dedicaram à questão do funcionamento da psicoterapia: o que é que leva à mudança no paciente.

Uma outra abordagem do problema oferecem Prochaska et al. Tais processos são definidos como atividades e experiências pessoais que o paciente, de maneira direta ou indireta, realiza na tentativa de modificar seu comportamento problemático. Aqui, se diferenciam os microefeitos dos macroefeitos. Outros efeitos são ainda uma compreensão maior dos problemas que afligem o paciente e da história de vida, que conduziu a eles.

Mudanças na estrutura da personalidade só são possíveis depois de uma melhora do bem-estar e dos sintomas. Apesar de terem tanto em comum, os diferentes tipos de psicoterapia se diferenciam na ênfase que dão em cada um desses aspectos comuns. Para isso elas procuram compreender o presente a partir do passado e trabalham com métodos interpretativos. Esse tipo de terapia parte do princípio de que todo ser humano possui em si uma força interna que, se não for impedida por influência externa, o conduz à sua plena realização. Também tais terapias preocupam-se sobretudo com a situação presente e trabalham com métodos que possam gerar novas formas de compreensão da realidade e de si mesmo. Essa classificação, apesar de possibilitar uma visão geral da área da psicoterapia, é no entanto muito genérica para englobar todas as formas existentes, sobretudo porque muitas são formas híbridas, que juntam em si elementos de diferentes tendências.

Apesar de toda a complementariedade das diferentes escolas e linhas da psicoterapia – e apesar de muitos psicoterapeutas fazerem usos de ideias e técnicas de diferentes linhas – a relação entre elas está longe de ser amigável. O objetivo é reunir os elementos efetivos das diferentes escolas, sem levar em conta possíveis diferenças teóricas. Ver acima “Mecanismos de mudança em psicoterapia”. Ainda não existe uma teoria geral que abarque todas as formas de psicoterapia. A moderna psicoterapia é um sistema aberto que tem ainda muito a se desenvolver por meio da pesquisa científica. Um importante papel na pesquisa atual desempenham os tratamentos voltados para transtornos específicos e não terapias genéricas. CFP conforme as resoluções profissionais.

Share.